Azulejista

Curriculum

Cristina Ribas. Trabalho como artista, pesquisadora e não muito frequentemente como curadora. Já organizei residências para artistas e diversos projetos interdisciplinares (desde meados de 2008). Como artista-etc minha prática procura provocar articulações entre práticas artísticas, conhecimento, memória, história, arquivos, a esfera pública e a política. Em meu trabalho autoral já me envolvi mais diretamente com a construção instalações, usando fotografia, escultura, vídeo, e intervenções urbanas de pequena escala. Percebo que escrevo no intuito de analisar minha prática artística assim como a de amigos, coletivos e projetos afins. Desejo uma escrita (ora diagramática ora cartográfica) que mistura e multiplica, como prolongamento, uma militância ora ampla e ora específica. Procuro atuar nas miscigenações de um campo da arte com outros campos e práticas a partir da organização de dispositivos para criar e compartilhar conhecimento. A partir de 2005 desenvolvi a pesquisa Arquivo de emergência, que em 2011 teve parte de seu acervo incorporado à plataforma on line aberta Desarquivo.org. Atualmente faço Doutorado em Fine Art no Goldsmiths College University of London, sob a orientação de John Cussans e Susan Kelly. Faço parte da rede Conceptualismos del Sur. Em 2014 realizei concebi e realizei junto a um grande grupo o ‘Vocabulário político para processos estéticos’. Nasci em 1980. Sou brasileira e mãe.

Cristina Ribas works as an artist and researcher, not very often as a curator. She had organised residencies for artists and several interdisciplinary projects. She is currently a candidate in the Art Department of Goldsmiths College, University of London. Cristina created the open platform Desarquivo.org, a platform that aims to give access to documents, articles and images around the production of collective, critical, radical and public sphere oriented artistic and non artistic practices in Brazil. Her practice in the broadest sense provokes articulations between cartography, memory, history, archives, politics and the common. In 2014 she conceived the project “Political Vocabulary for Aesthetic Processes” to which twenty professionals were invited (including teachers, artists, performers, researchers, sociologists, historians and philosophers). The Vocabulary was produced as a book, intending to work transversaly in the spaces of politics and artistic practices in the actual context of a cycle of protests in Brazil. She was born in 1980, she is brazilian and mother.

Artigos e publicações

Artigos sobre a azulejista

Atividades e projetos

Clipping

Conversas, palestras e seminários

Exposições, Prêmios de demais mostras e festivais

Livros Azuis. [link]

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. João Flor de Maio said, on março 18, 2009 at 11:11 pm

    Cristina, faço parte da organização do encontro nacional de estudantes de arquitetura, a se realizar em BH no final de julho deste ano, gostaria de pedir que entre em contato para conversarmos e se possível incluir uma contribuição sua ao encontro.
    Grato, João


Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: